Fechamento de agência do Banco do Brasil, em Brasília, prejudica trabalhadores e clientes

Em Brasília, o fechamento da agência 406 sul vem causando transtornos para funcionários das agências para onde foram migradas as contas dos milhares de clientes.

As agências vizinhas, que receberam uma enorme quantidade de clientes remanejados, sofrem com a falta de pessoal, o espaço da agência não foi ampliado para receber os novos clientes, etc. Um verdadeiro caos.

Essas mudanças, realizada pela direção golpista do Banco do Brasil, é parte do processo de reestruturação que passa a empresa com a redução significativa do número de funcionários no quadro da empresa, que elevou os serviços para os trabalhadores da ativa. Tal política vem aumentando consideravelmente o número de adoecimento entre os funcionários devido a maior carga de trabalho e o aumento do nível de estresse, característica do trabalho bancário.

Brasília é uma das unidades da federação mais atingida pelo maior número de agências fechadas, a falta de pessoal e a diminuição do número de agências vêm ocasionando, na maioria das dependências, a demora no atendimento, longas filas, etc.