Reagir à altura!
A extrema-direita toma a iniciativa de sair às ruas com pretexto de “comemorar” o 7 de setembro; é preciso um movimento para expulsá-los!
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
curitiba-ato-pm-1
É preciso reagir a ofensiva fascista como neste dia (31/5) em Curitiba | Foto: Arquivo/DCO

Está marcada uma carreata de setores fascistas ligados ao presidente golpista Jair Bolsonaro em Londrina, no interior do Paraná, para “comemorar” o dia da Independia Nacional (7 de setembro). O evento surgiu no Facebook e, como tem uma divulgação precária, não se sabe por quanto tempo está sendo articulado. O fato é que o evento está sendo chamado por Filipe Barros, deputado e expoente do bolsonarismo na região.

Isso mostra que há uma iniciativa da extrema-direita a tomar as ruas novamente, não pode ser subestimada e nem tolerada.  A presença de fascistas nas ruas deve ser combatida por toda esquerda de conjunto.

Essa é mais uma demonstração de falso patriotismo e de demagogia da extrema-direita, que ao mesmo tempo levantam a cabeça para sair às usar com o pretexto de comemorar o 7 de setembro, apoia um governo fascista que entrega a soberania e as riquezas nacionais para o imperialismo mundial.  É inaceitável que aqueles que são os maiores responsáveis pelo genocídio no País, pela miséria constante e pelo ataque as organizações populares e operárias venham a comemorar o dia da independência nacional sem nenhuma reação das organizações dos trabalhadores.

É preciso varrer os fascistas das ruas e jogá-los na lata do lixo da História!
Fora Bolsonaro! Fora todos os golpistas!

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas