Fascismo
Ato covarde mostra que esquerda precisa formar comitês de autodefesa para lidar com uma extrema-direita que se assanhou com o golpe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
andarilho-morto
Polícia não pode resolver o problema porque é parte dele | Foto: Reprodução

Um acontecimento brutal em Cascaval, no Oeste do Paraná, expõe a situação de um país em que a extrema-direita tomou o poder de assalto e tem um presidente fascista incentivando estes tipos.

Ato covarde, método brutal dos fascistas

O caso do assassinato a sangue frio de um andarilho e outro que ficou gravemente ferido após espancamento com um bloco de concreto, na manhã desta segunda-feira (28), na Avenida Brasil com a Rua Salgado Filho, revoltou a população, chocada com a violência do crime.

De maneira covarde e típica de como os fascistas agem, é assim que os fascistas tentam levantar a cabeça, com as pessoas mais frágeis do ponto de vista político. O troglodita de 24 anos retirou um bloco de concreto do meio-fio para agredir as vítimas.

A primeira vítima foi agredida até morrer. O segundo andarilho foi abordado quando estava em um ponto de ônibus. Por causa dos ferimentos, ele foi levado ao Hospital Universitário (HU) em estado grave. O corpo da vítima foi levado ao Instituto Médico-Legal (IML) de Cascavel.

Polícia não vai resolver o problema porque é parte dele

O caso será investigado pela Polícia Civil, e o suspeito foi levado para a Delegacia de Cascavel. O que não vai resolver o problema de conjunto, que é a propagação desses tipos de extrema-direita que se espelham em verdadeiros fascistas como Jair Bolsonaro, Donald Trump para oprimir os setores mais vulneráveis da sociedade. A própria policia, que vai investigar o caso, é uma instituição fascista com o único objetivo de proteger a burguesia e massacrar a população pobre e negra, justamente os que são alvos do genocídio covarde da PM.

Extrema-direita se assanhou com o golpe

Desde o golpe de 2016, a direita fascista tirou as manguinhas de fora contra a esquerda e o povo em geral, numa grande ofensiva contra os partidos, sindicatos e organizações da classe operária de conjunto. Episódios como esse mostram ser preciso mobilizar os trabalhadores para esmagar os fascistas.

A constituição de comitês de autodefesa contra a direita e o fascismo está na ordem do dia. É preciso que a esquerda responda a altura os ataques dos direitistas, respondendo na mesma moeda ou em maior intensidade.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas