Estados Unidos
O grupo de extrema-direita, que estava armado, exigia dos parlamentares que votassem contra a decisão da governadora do estado de extender a quarentena
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Sem título
Imagem: reprodução Twitter |

Da redação – em Michigan, nos EUA, um grupo armado de extrema-direita invadiu o parlamento para exigir que os parlamentares votassem contra a extensão da quarentena no estado, que havia sido proposta pela governadora Gretchen Whitmer do Partido Democrata.

Até agora o estado registrou 40 mil casos de COVID-19, o que resultou em 3,6 mil mortes. Os Estados Unidos são o epicentro mundial da pandemia.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas