Ou sai do país ou morre
A esquerda não pode aceitar intimidação da extrema direita calada. O fascismo é financiado pela própria burguesia e assim deve ser respondido pela força das massas. Pela luta.
resistencia-nacional-600x378 (2)
Marcha da extrema direita como a KKK dos EUA | Foto: reprodução
resistencia-nacional-600x378 (2)
Marcha da extrema direita como a KKK dos EUA | Foto: reprodução

Dirigentes de ONGs e três deputadas de partidos de esquerda em Portugal receberam, na quarta-feira (12), uma ameaça de morte caso não abandonem o país dentro de 48 horas. O email com as ameaças, dirigidas também aos familiares dos envolvidos, é assinado pela organização de extrema direita nacionalista Resistência Nacional.

Este grupo promoveu no sábado (8) uma passeata com referências ao movimento racista Ku Klux Klan, com máscara e tochas, em frente à sede da ONG SOS Racismo, em Lisboa.

A extrema direita mundial está passando para um novo patamar, onde, se espelhando em movimentos nazistas que tomaram o poder (Ucrânia, financiada pelo imperialismo dos EUA), não tem mais vergonha de mostrar sua cara nas ruas e ameaçar de morte os trabalhadores.

Aqui cabe uma breve reflexão, fazendo uma ligação aos casos brasileiros e Jean Wyllys (PSOL) e Márcia Tiburi (PT) que saíram do nosso país ao serem ameaçados de morte ao invés de enfrentarem os nazistas. A intelectual Márcia Tiburi, cheia de fazer análises sobre a ascensão do fascismo em 1933, disse que lá na Europa todos já viram o quão maníaco é Bolsonaro. Mas e agora, frente aos maníacos da Europa (que, inclusive, Tiburi esquece a parte onde são os imperialistas que financiam o fascismo), o que ela sugere aos portugueses? Saírem de Portugal e irem para onde?Para Marte? Ou enterrarem a cabeça no chão como um avestruz com medo?

Esse pequeno adendo serve apenas para demonstrar o erro grave da esquerda pequeno burguesa frente ao fascismo: vão  para eleições com alianças burguesas que financiam o fascismo, atacam o PCO por sair as ruas pela derrubada de Bolsonaro através da força (método correto), e no final, deixam claro que mal sabem o que estão fazendo.

A burguesia, o capitalismo, estão em crise final. Essa aparição das ordas fascistas nos próprios países capitalistas, são o reflexo da derrocada econômica e social do regime da ditadura mundial do imperialismo. não há como reformar um corpo podre que está prestes a morrer. Não há acordo com uma burguesia que coloca  aarma na sua cara e te ameaça de morte. É preciso derrubar toda a burguesia através da força das massas nas ruas, antes que, como nas décadas e 20 e 30, criem suas milícias e comecem a matar as lideranças políticas.

Fugir é uma opção apenas para os covardes.

Relacionadas
Send this to a friend