Ou sai do país ou morre
A esquerda não pode aceitar intimidação da extrema direita calada. O fascismo é financiado pela própria burguesia e assim deve ser respondido pela força das massas. Pela luta.
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
resistencia-nacional-600x378 (2)
Marcha da extrema direita como a KKK dos EUA | Foto: reprodução

Dirigentes de ONGs e três deputadas de partidos de esquerda em Portugal receberam, na quarta-feira (12), uma ameaça de morte caso não abandonem o país dentro de 48 horas. O email com as ameaças, dirigidas também aos familiares dos envolvidos, é assinado pela organização de extrema direita nacionalista Resistência Nacional.

Este grupo promoveu no sábado (8) uma passeata com referências ao movimento racista Ku Klux Klan, com máscara e tochas, em frente à sede da ONG SOS Racismo, em Lisboa.

A extrema direita mundial está passando para um novo patamar, onde, se espelhando em movimentos nazistas que tomaram o poder (Ucrânia, financiada pelo imperialismo dos EUA), não tem mais vergonha de mostrar sua cara nas ruas e ameaçar de morte os trabalhadores.

Aqui cabe uma breve reflexão, fazendo uma ligação aos casos brasileiros e Jean Wyllys (PSOL) e Márcia Tiburi (PT) que saíram do nosso país ao serem ameaçados de morte ao invés de enfrentarem os nazistas. A intelectual Márcia Tiburi, cheia de fazer análises sobre a ascensão do fascismo em 1933, disse que lá na Europa todos já viram o quão maníaco é Bolsonaro. Mas e agora, frente aos maníacos da Europa (que, inclusive, Tiburi esquece a parte onde são os imperialistas que financiam o fascismo), o que ela sugere aos portugueses? Saírem de Portugal e irem para onde?Para Marte? Ou enterrarem a cabeça no chão como um avestruz com medo?

Esse pequeno adendo serve apenas para demonstrar o erro grave da esquerda pequeno burguesa frente ao fascismo: vão  para eleições com alianças burguesas que financiam o fascismo, atacam o PCO por sair as ruas pela derrubada de Bolsonaro através da força (método correto), e no final, deixam claro que mal sabem o que estão fazendo.

A burguesia, o capitalismo, estão em crise final. Essa aparição das ordas fascistas nos próprios países capitalistas, são o reflexo da derrocada econômica e social do regime da ditadura mundial do imperialismo. não há como reformar um corpo podre que está prestes a morrer. Não há acordo com uma burguesia que coloca  aarma na sua cara e te ameaça de morte. É preciso derrubar toda a burguesia através da força das massas nas ruas, antes que, como nas décadas e 20 e 30, criem suas milícias e comecem a matar as lideranças políticas.

Fugir é uma opção apenas para os covardes.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas