Quarentena
Atendendo aos interesses da burguesia, Doria concilia o isolamento social com o crescimento da repressão.
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
SP - CORONAVIRUS / PALÁCIO DOS BANDEIRANTES / BRUNO COVAS / JOÃO DÓRI - CIDADES - Anúncio de novas medidas para intensificar o combate ao novo Coronavirus, com a participação do Prefeito, Bruno Covas, e o Governador de São Paulo, João Dória, realizado no Palácio dos Bandeirantes, na Avenida Morumbi, Zona Sul de São Paulo, nesta sexta-feira (03). 03/04/2020 - Foto: PAULO GUERETA/AGÊNCIA O DIA/AGÊNCIA O DIA/ESTADÃO CONTEÚDO
Governador João Doria (PSDB-SP). Foto: Paulo Guereta/O Dia/Estadão Conteúdo |

Da redação – Em entrevista concedida à SPTV, filiada à Rede Globo, o governador de São Paulo João Doria admitiu estar monitorando a população e ameaçou intensificar a repressão:

Se não houver neste final de semana consciência das pessoas, seja na capital de São Paulo ou em qualquer outra região neste fim de semana, nós estamos monitorando isso pelos celulares, a partir de segunda-feira o governo do estado de São Paulo tomará medidas mais rigorosas e mais duras, inclusive com a penalização de prisão para as pessoas que desobedecerem essa orientação

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Relacionadas