Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit

O fascista Jair Bolsonaro afirmou no último dia 8 em reunião com latifundiários do Mato Grosso do Sul, no município de Dourados, que caso seja eleito “não terá mais um centímetro para terra indígena”.

A resposta foi dada quando os latifundiários perguntaram sobre os conflitos que ocorrem na região, onde os indígenas são massacrados diariamente com intimidações, despejos, ameaças de morte e assassinatos. O fascista Bolsonaro ainda afirmou que a política de demarcação de terras aos povos indígenas é que gera essa violência.

Isso dentro do Sindicato Rural de Dourados, principal órgão articulador dos latifundiários para atacar os povos indígenas do Mato Grosso do Sul. O estado possui o maior índice de violência contra os povos indígenas, ano após ano, com assassinatos, ameaças de morte, desaparecimentos e “atropelamentos”. Além das consequências da política de perseguição e expulsão de suas terras como a miséria, fome e suicídios.

Essas declarações mostram os objetivos e a política que está sendo colocada em prática pela direita fascista após o golpe de Estado, que é de acabar com os povos indígenas através de negar o direito a terras tradicionais e modo de vida.

Os fascistas vão impor uma ditadura para os povos indígenas e nos movimentos sociais de luta pela terra através de perseguição política, retirada de direitos e violência. Com o acobertamento e ações apoiadas pelo judiciário golpista.

Nesse sentido é preciso derrotar os golpistas para reverter toda a ofensiva e as políticas colocadas em prática após o golpe e pelos fascistas através de unidade com os trabalhadores da cidade e do campo, com uma grande ofensiva dos povos indígenas com ocupações, retomadas e fechamentos de rodovias.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas