Fascismo: parlamentar ucraniano pede que imperialismo destrua a Ponte da Crimeia

igor (1)

Da redação – O deputado da Suprema Rada (parlamento ucraniano), Igor Mosiychuk, em entrevista ao canal ObozTV, praticamente implorou que as forças do imperialismo destruam a ponte da Crimeia com uma ação que seria completamente criminosa.

“Estamos em uma situação de guerra! Sabotadores ucranianos, rebeldes do Cáucaso, extraterrestres, Deus, seja de que maneira for, a ponte será destruída. Esperemos que seja um cataclismo natural”, afirmou o deputado.

Em meio ao golpe militar regido na Ucrânia pelos fascistas com a Lei Marcial, os parlamentares direitistas escancaram o serviço prestado aos EUA, começando a atacar abertamente a Rússia, em falas que demonstram o desequilíbrio e o desespero dessa extrema-direita. 

O próprio Mosiychuk é visto em fotos nas redes com vestimentas apresentando o símbolo do Batalhão Azov, um grande destacamento neonazista com toda uma simbologia, saudações, que remetem ao regime de Hitler.

Igor Mosiychuk com camisa trazendo o símbolo do Batalhão Azov

É dever da esquerda mundial denunciar de forma ampla o avanço do imperialismo contra os países explorados, mas não só, também sobre as potências mundiais. São os EUA que estão provocando a Rússia, que financiaram todo o golpismo na região, armando grupos neonazistas para fechar sindicatos, caçar comunistas, anarquistas, para agora fingir que estão sendo ameaçados.