Operação fraudulenta
Operação da PF faz parte da perseguição ao Intercept e à esquerda para tentar salvar a Lava Jato, desmoralizada com as denúncias
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Curitiba/PR - A Polícia Federal deflagrou nesta manhã, 06/12, a operação *Crotalus, com o objetivo de desarticular organização criminosa que fraudava os cofres públicos por meio de fraudes em benefícios do INSS. As fraudes chegam aos 2 milhões de reais até o momento.foto PF
PF deflagrou nova fase da operação nesta quinta. Foto ilustrativa: PF/Fotos Públicas |

Da redação – A Polícia Federal prendeu hoje (19), de maneira temporária, dois homens que seriam suspeitos de invadirem os celulares de membros da Lava Jato e de autoridades golpistas.

Um deles foi preso em Brasília e o outro em Sertãozinho, no interior de São Paulo. De acordo com os agentes repressivos da PF, eles teriam participado do esquema de invasão dos aparelhos de procuradores e de autoridades como o ministro da Justiça e Segurança Pública, o fascista Sérgio Moro.

Esse esquema é o que foi inventado pela Polícia Federal para tentar desviar o foco das denúncias do The Intercept, que publicou material vazado para o sítio por fontes anônimas, mostrando conversas no Telegram entre membros da Lava Jato e Moro, nas quais é comprovada a total parcialidade dos agentes e de Moro e a completa fraudulência da operação como um todo, particularmente a prisão do ex-presidente Lula.

Logo após os primeiros vazamentos, os golpistas se aprontaram a acusar o Intercept de vazamento ilegal e hackeamento, embora não conseguissem provar que as conversas seriam falsas. A partir disso, a PF inventou uma operação farsesca, acusando cidadãos do interior de São Paulo de serem hackers que teriam invadido celulares de autoridades, e ligando-os ao Intercept e, obviamente, ao Partido dos Trabalhadores. Essa vinculação escancarou a fraudulência e o caráter político dessa nova operação.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas