Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
tse
|

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE), que promove constantes ataques aos direitos eleitorais dos cidadãos, gastou mais de R$100 mil dos cofres públicos com a compra de materiais de fisioterapia. Entre os valores gastos, estão o turbilhão – um equipamento que trabalha braços e pernas –, avaliado em R$ 11,4 mil; a esteira ergométrica, de R$ 11mil; a máquina de gelo avaliada em R$ 9,8 mil, entre outros equipamentos que, somados, completam a farra dos gastos do Tribunal.

O TSE disse que a criação da seção fisioterapêutica se deve à necessidade de prevenir afastamentos de servidores “por motivos de tratamento de disfunções relacionadas ao sistema musculoesquelético, a exemplo do que já fazem outros órgãos semelhantes, como STF.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas