Ataque sistemático ao MST
80 famílias do acampamentos Palmares em Juazeiro-BA estão sob ataque extrema direita, que querem terras para a especulação financeira.
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Assentamento Palmares
Assentamento Palmares (Itamotinga) em Juazeiro, produtor de aliementos. | Foto por: reprodução.

80 famílias que residem e produzem no acampamento Palmares, em Juazeiro norte da Bahia, denunciam estarem sofrendo ameaça de despejo da área de 500 hectares que residem a cerca de 10 anos.

As terras que antes eram improdutivas e utilizadas pelo tráfico de drogas, agora produzem alimentos como uva, macaxeira, manga, coco, pinha, além da criação de aves, ovinos, bovinos e caprinos.

O ataque às famílias, que está sendo denunciado pelo MST, acontece em meio a uma onda de despejos e ataques violentos a trabalhadores rurais, famílias, seus assentamentos e acampamentos, tocados pelo governo Bolsonaro, jogando famílias inteiras na rua em meio à pandemia do coronavírus.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas