Siga o DCO nas redes sociais

Falta de pessoal no Bradesco
Faltam caixas nas agências do Bradesco em Brasília
Banco Bradesco deixa apenas dois caixas para atender agência lotada em Brasília
Falta de pessoal no Bradesco
Faltam caixas nas agências do Bradesco em Brasília
Banco Bradesco deixa apenas dois caixas para atender agência lotada em Brasília
Bradesco lotado
Bradesco lotado

Com a política dos banqueiros golpistas de ataques sistemáticos à categoria bancária, através das demissões em massa, o que se mais vê nas agências bancárias é a falta de pessoal. Com isso os trabalhadores estão submetidos à sobrecarga de trabalho o que vem ocasionando o aumento espantoso o adoecimento bancário.

É muita pressão. Todos os dias os trabalhadores sofrem nas mãos dos carrascos, escolhidos a dedo, nas chefias das agências e dependências bancárias para exigir o aumento de metas de venda de produtos, na maioria das vezes através da política de assédio moral, método incentivado pelos banqueiros parasitas.

Em Brasília (por motivo de segurança não vamos revelar em qual locar da denúncia para que os funcionários não corram o risco de serem prejudicados), uma agência vem atendendo os clientes com apenas dois caixas, agência essa que vive lotada praticamente todos os dias do mês.

Enquanto que a direção parasita do Bradesco passa o tempo todo nos seus escritórios com ar refrigerado, copinho de água gelado, cafezinho, poltronas reclinadas, etc. sem fazer nada, os trabalhadores são obrigados a ralar feito uns condenados, para no final das contas todo o lucro realizado por eles vá parar no bolso desses vermes sanguessugas.

O Bradesco acaba de lançar mais um famigerado Plano de Demissões, com o objetivo de jogar no olho da rua milhares de trabalhadores, o que irá agravar sobremaneira as condições de trabalho para aqueles que permanecem na empresa.

Os trabalhadores do Bradesco, conjuntamente aos demais trabalhadores bancários, através das suas organizações devem organizar imediatamente uma mobilização para barrar a ofensiva reacionária dos banqueiros golpistas contra a liquidação da categoria bancária. Para isso a palavra de ordem deve ser aquela que está na boca do povo e que unifique toda a classe trabalhadora: Fora Bolsonaro e todos os golpistas, Eleições Gerais, Liberdade para Lula, Lula Candidato.