Centralismo democrático
Na 30º Conferência Nacional do PCO, sua militância irá debater as diretrizes fundamentais de atuação do partido na campanha eleitoral
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
pco 2
Militância do PCO | Foto: Reprodução

Faltam apenas 4 dia para a 30ª Conferência Nacional do PCO, que ocorrerá entre os dia 15 e 16 de Agosto em Embu das Artes, na grande São Paulo. Nela, serão definidas o centro politico da participação partidária nas eleições municipais de Novembro deste mesmo ano. O evento contará com a participação presencial de delegados eleitos pelas células partidárias de todo país. Além disso, está sendo organizada a participação virtual das células do exterior, composta por militantes residentes fora do Brasil. A conferência vai contar também com a participação de observadores indicados pelas células partidárias que poderão participar de todo o debates assim como os delegados.

A 30º Conferência Nacional do PCO irá debater e definir os principais aspectos da participação do partido nas eleições municipais que ocorrem em meio a uma enorme crise política tanto nacional como internacional. Nacionalmente, diante do andamento e aprofundamento do golpe de Estado perpetrado em 2016 contra a ex-presidenta Dilma Rousseff, e internacionalmente devido a grande crise capitalista e que se agravou por conta da pandemia global que já matou centenas de milhares de pessoas mundo afora.

Esse ponto é um dos fundamentais na situação política, não pode ser ignorado no marco da mesquinha disputa eleitoral local, tendo em vista que, neste ano, tendem a ser ainda mais manipuladas e fraudulentas. A política municipal não é uma política em separado da política nacional. O Partido da Causa Operária rejeita toda tentativa de esvaziar o conteúdo do debate eleitoral através da limitação da campanha à discussão de apenas problemas administrativos municipais.

Nenhum problema local pode ser resolvido por fora da luta política em curso no país. Pelo contrário, todos os problemas, locais, regionais e nacionais, são fruto da luta política e da divisão que o golpe de 2016 tornou mais escancarada devido ao aumento da polarização.

Ao contrário dos partidos burgueses e da esquerda pequeno-burguesa onde as Conferências eleitorais tem um caráter meramente formal ou até mesmo uma espécie de ato de pré-campanha, onde as questões principais são definidas de antemão ou regionalmente pelos “figurões do partido”, a conferência nacional do PCO é expressão do caráter democrático dos partidos operários, pois discute e define coletivamente os aspectos da vida partidária, assim como o programa a ser defendido pela sua militância nas eleições, e neste ano  vai contar com a novidade de ser transmitidas pela sua própria televisão 24h.

Portanto, vamos fazer das eleições uma tribuna da luta contra o golpe e pelo Fora Bolsonaro!

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas