Faltam 3 dias para a greve geral: parar o país!

Publico acomapanha apresentacao do musico Chico Cesar durante   evento promovido pela CUT e centrais sindicais   em comemoracao ao Primeiro de Maio (dia do Trabalho) na praca da Republica, no centro de SP

Dentro de 3 dias, no dia 14 de junho, os trabalhadores de todo o país estão organizando uma grande greve geral contra o governo Bolsonaro. A maioria dos caminhoneiros e centenas de outras categorias já afirmaram que irão paralisar as atividades contra os ataques do governo.

Os golpistas estão no fundo do poço, tendo de lidar com uma crise política imensa. Bolsonaro não consegue estabilizar o congresso e o resto das instituições burguesas. Dentro do próprio governo, a luta entre os diversos setores da burguesia está intensa. Os golpistas estão fracos.

Por isso, é preciso aproveitar o momento e mobilizar todos os trabalhadores em torno da greve geral, no dia 14 de junho. Dia 14, os trabalhadores se utilizarão de seus tradicionais métodos de luta para combater o governo fraudulento de Jair Bolsonaro.

Além disso, as recém divulgadas provas que mostraram a prisão arbitrária de Lula, com uma total aliança entre os promotores do MPF e o juiz (hoje, ministro de Bolsonaro) Sérgio Moro, para prender o ex-presidente custe o que custasse, são mais um ponto de mobilização do povo contra a política dos golpistas.

Bolsonaro foi eleito por uma fraude e, por isso, seus intensos ataques contra a população não podem ser considerados legítimos. A população queria votar em Lula, que foi impedido de participar das eleições, mas o que em si já demonstrava um repúdio total ao regime dos golpistas.

Agora, depois de todas as manobras, fraudes e golpes, não é hora de esperar até 2022, ou nem mesmo 2020! Se o povo não quer os golpistas, eles precisam ser derrotados. Dia 14 de junho será um dia de mobilização pelo Fora Bolsonaro e pela liberdade de Lula. Pois apenas desta forma, colocando-se abertamente contra os golpistas, será possível conquistar as vitórias parciais, democráticas, que estão sendo destruídas pelos golpistas.

Derrubar o governo, convocar novas eleições e libertar Lula! Esse deve ser o foco das mobilizações da Greve Geral.