Faixaço: Lula livre e Moro Criminoso tomam conta de Curitiba

Primeiro faixaço em Curitiba PR Coletivo Vigília Lula Livre (1)

Com a crise do governo golpista, escancarada pelos grandes atos populares no primeiro semestre do ano, a direita perde cada vez mais o espaço que supostamente teria nas ruas. No dia 30/06 esse fato ficou evidente mais uma vez.

Na sua segunda tentativa fracassada de levar as ruas os defensores do governo ilegitimo e da operação criminosa da Lava Jato, a direita viu novamente seus atos definharem em todos os lugares, mesmo com muito investimento. Em contra-partida, o que mais chamou a atenção no dia 30 em Curitiba não foi o ato golpista, e sim os faixaços feitos pelo Coletivo Vigília Lula Livre.

Enquanto no centro da cidade o ato minguava, na principal entrada da cidade (BR 116 ” Linha Verde”) eram estendidos faixas com os dizeres “Lula Livre” e “Moro Criminoso”, recebendo enorme apoio dos motoristas que ali passavam buzinando.

Essa e todas as outras demonstrações de insatisfação contra o governo golpista e a prisão de Lula deixam claro a polarização geral, que não apenas se mantém após a fraude eleitoral, como aumenta a cada dia. E como já foi dito antes neste jornal e corroborado pelos últimos acontecimentos, a polarização é à esquerda, com o povo cada vez mais entrando em confronto com o golpe e entoando em todos os locais “Fora Bolsonaro” e “Liberdade para Lula”.

Em sintonia com a situação, o PCO e Comitês de Luta Contra o Golpe em todo o país estão realizando mutirões todos os domingos, coletando assinaturas e convocando para o ato pela Liberdade de Lula neste mês de agosto.