Ensino à distância
Denúncia de professores da rede superior privada mostra como capitalistas da educação estão se aproveitando da crise para aumentar a exploração sobre os trabalhadores

Por: Redação do Diário Causa Operária

Professores da rede privada de ensino superior têm denunciado o aproveitamento da pandemia pelos grupos empresariais donos das faculdades para coagir os professores a aceitarem demissões, cortes de salários e se apropriarem do seu capital intelectual.

É o que denunciam, por exemplo, os professores do grupo Ser Educacional, que estão sendo coagidos a entregarem as aulas gravadas utilizadas no método EAD de forma indefinida e indiscriminada, o que envolve inclusive, professores já demitidos, cfe publicou o Brasil de Fato.

Denunciam terem recebido um simples e-mail alguns meses atrás o qual aditava seus contratos de trabalho prevendo a sessão praticamente irrestrita do conteúdo produzido por eles no EAD.

O grupo Ser Educacional é um dos maiores do país e acaba de anunciar a aquisição da rede Laureate, que integra uma rede internacional de faculdades, o que inclui 12 faculdades no Brasil, como a Anhembi Morumbi e o Complexo Educacional FMU.

Send this to a friend