Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
refugiados
|

A política fascista anti-refugiados italiana cresce e é representada pelo recém empossado ministro do Interior Matteo Salvini, do partido de extrema-direita Liga.

A base do seu programa é o “endurecer as ações contra os imigrantes futuros” e expulsar as pessoas que já imigraram para o país. O fascista Salvini aponta para o significado desse “endurecimento” do tratamento aos refugiados: vai abrir um novo centro de detenção e deportação de imigrantes em cada região italiana. Ele tuitou: “ou a Europa nos dá uma mão para tornar nosso país seguro, ou escolheremos outros métodos”.

Esses “outros métodos”, vindo de um fascista só indica que os imigrantes em solo Italiano correm sério risco de sofrerem execuções sistemáticas, decorrente da tradicional política higienista do fascismo europeu.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas