Fachin será relator da candidatura de Lula no STF

fachin

Da redação – O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva terá o recurso sobre a manutenção de sua candidatura no STF (Supremo Tribunal Federal) sob a relatoria do Ministro Luiz Edson Fachin. A defesa do petista questiona a decisão do TSE (Tribunal Superior Eleitoral) de tornar Lula inelegível, fundamentada na decisão do Comitê de Direitos Humanos da ONU (Organização das Nações Unidas) que referendou os direitos políticos Lula, se manifestando no sentido de que seus direitos políticos devem ser preservados até decisão irrecorrível em última instância. Ou seja, Lula deve se manter e ser mantido candidato.

O TSE decidiu em sessão extraordinária marcada a toque de caixa para sexta-feira (31) que Lula seria inelegível segundo a inconstitucional lei da Ficha Limpa. O julgamento farsa terminou com o placar de 6 a 1 pela inelegibilidade de Lula. Curiosamente o único voto divergente foi justamente o de Fachin, relator do próximo recurso que pode definir o futuro da candidatura de Lula no STF.

Contudo, os movimentos operários e a classe trabalhadora não devem de maneira alguma depositar um milímetro sequer de esperança em saídas institucionais do Estado burguês capitalista. A experiência comprovou até aqui que confiar nas instituições golpistas é o caminho para a derrota. Apenas uma força é capaz de barrar o golpe e os golpistas: grandes mobilizações de massas. Povo na rua, Lula na urna!