Sem acordo
 Desde a assinatura do acordo de paz com as FARC em 2016, 242 lideranças indígenas foram mortas pelo governo de direita da Colômbia.
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Anotação 2020-07-22 190114
Veículo da Unidade Nacional de Proteção Nacional (UNP) destruído por granada | Foto: reprodução

A Organização Indígena Regional Valle del Cauca (Orivac) em sua conta no Twitter denunciou um ataque a uma das sedes da  reserva indígena colombiana Kwe’sx Kiwe Nasa, localizada no sudoeste do país, na cidade de Jamundí (sudoeste). Indivíduos não identificados lançaram uma granada de fragmentação sobre um dos veículos da Unidade Nacional de Proteção Nacional (UNP) que estava no local.

Desta vez não houve feridos ou mortos , porém segundo o  Instituto de Estudos para o Desenvolvimento e a Paz (Indepaz),  47 líderes e defensores dos direitos humanos indígenas foram assassinados em 2020 e outros 84 em 2019. Desde a assinatura do acordo de paz com as FARC em 2016, 242 lideranças indígenas foram mortas pelo governo de direita da Colômbia.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas