Internacional
Camponeses haitianos são expulsos de suas terras para possibilitar o avanço do latifúndio no país
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
1-lam-chalmers
Haitianos são expulsos de suas terras | Foto: Prensa Latina
A Plataforma Haitiana para o Desenvolvimento Alternativo denunciou um complô para expropriar terras camponesas em benefício de grandes corporações transnacionais, um fenômeno que agora é mais recorrente no norte do país.

 

Seu diretor executivo, Camille Chalmers, criticou a política de agressão e violência contra os agricultores, especialmente nos departamentos do Norte e Nordeste, e advertiu que o futuro econômico da nação está em jogo.

O objetivo desta política anti-camponesa é transferir as terras para empresas transnacionais, a fim de continuar saqueando o país. Isto é uma ameaça à vida, disse Chalmers.

O também ativista político e economista disse que as autoridades estão usando documentos falsos, alegadamente através de ministros e juízes da paz, para despojar a terra, uma situação que agravaria a insegurança alimentar e a constante migração para os bairros vulneráveis de Porto Príncipe.

Nos últimos anos, muitos agricultores têm sido vítimas de violência sistemática, alguns mortos e outros forçados a sair de suas casas por fogo posto, disse Chalmers.

Roosevelt Jean Felix, da Plataforma das Organizações de Direitos Humanos, apelou para o governo para parar o roubo desta terra e exigir justiça para as vítimas.

A plataforma denunciou em meados do ano que desde 2011 cerca de 800 famílias foram despejadas de mais de 1.000 hectares, para beneficiar a empresa agrícola Agistrans, liderada pelo atual Presidente Jovenel Mo¯se.

Em 2019, outras denúncias de suposta apropriação de terras na Trou du Nord, e outras comunas vieram à luz, desta vez para a Cervejaria Nacional do Haiti.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas