Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
frida_kahlo_e_diego
|

Diego Rivera, um militante artista, Trotskista, ele e sua esposa Frida foram os acolhedores de Trótski no México, na sua vigorosa fuga dos agentes stalinistas, que o destino quis que fosse a última. Um casal extremamente peculiar em sua relação amorosa com a mais absoluta e sublime habilidade para artes.

Assim Rivera descrevia sua amante e esposa “Frida é uma das minhas pessoas favoritas. Foi uma mulher intensa, corajosa e esplêndida que nos deixou um grande legado, não só com suas pinturas, mas também com suas palavras, lições e o valor de sua luta constante”.

O casal de revolucionários vai ser homenageado, com exposição fotográfica no Palacete da Artes, no bairro da Graça, em Salvador. Batizada de “Frida e Diego: um sorriso no meio do caminho”, a mostra entra em cartaz a partir do dia 17 de maio e encerra temporada no dia 1º de julho. A entrada é gratuita.

A controversa e notável história do casal de artistas mexicanos será contada em 40 imagens, a exposição trata da intimidade de Diego e Frida e busca mostrar a trajetória de trabalho e também das viagens feitas durante por eles até o fim da vida.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas