Internacional
Os panamenhos solidários com Cuba exigiram do governo dos Estados Unidos o ‘fim imediato e incondicional’ do bloqueio ‘criminoso e unilateral’ à ilha

Por: Redação do Diário Causa Operária

O Coordenador da Solidariedade com a Ilha na sua reunião anual virtual, exigiu que o governo do país do Norte ‘acabe sem condições com esta política hostil e agressiva e cumpra a exigência unânime da comunidade internacional que ano após ano se expressa na Organização das Nações Unidas e outras organizações internacionais ‘.

Em resolução dedicada ao tema, os presentes denunciaram que ‘o regime imperialista dos Estados Unidos’ tentou reverter o processo cubano desde o triunfo de sua Revolução em janeiro de 1959 no bloqueio mais longo da história, que ultrapassa 60 anos de existência.

As múltiplas intervenções dos participantes também ratificaram seu apoio à proposta do Prêmio Nobel da Paz de 2021 para o contingente de saúde cubano Henry Reeve, ao mesmo tempo em que destacou o papel humanístico de seus membros nos lugares mais remotos e próximos do mundo.

Lydia Margarita González, embaixadora de Cuba no Panamá, interveio na reunião, agradecendo aos solidários ‘por aquele compromisso de sempre, demonstrado no acompanhamento ao povo e ao governo cubanos’ e elogiou-o, desafiando os obstáculos impostos pela pandemia de Covid-19, eles decidiram se encontrar virtualmente.

O diplomata lembrou como o governo dos Estados Unidos, neste último ano, intensificou ‘as medidas destinadas a sufocar a economia cubana sem o menor respeito ao apelo quase unânime que a comunidade internacional faz todos os anos para acabar com o bloqueio mais longo da história’.

No encontro também falou o embaixador da Nicarágua nesta capital, Marvin Ortega, que destacou os valores do povo cubano em sua longa luta e lhe deu um ‘abraço de solidariedade’.

Da mesma forma, o encarregado de negócios da República Democrática Sahrawi, Omar Hassena, disse que sentiu a honra de se formar em uma universidade cubana e, com palavras emocionantes, destacou como várias gerações de estudantes do mundo todo foram formados na ilha.

Um toque de tradição e cultura foram as múltiplas apresentações de dança, música e poesia que qualificaram o encontro, dedicado aos aniversários dos Comitês de Defesa da Revolução e da Federação das Mulheres Cubanas, ambas organizações de massa da ilha.

Send this to a friend