A serviço do imperialismo
Exército realizou um mega treinamento entre 08 e 22 de setembro simulando uma invasão por um país estrangeiro. Treinamento ocorreu durante a visita de Mike Pompeo.
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Exército na Amazônia
Exército no treinamento em setembro, na Amazônia. | Foto por: reprodução.

Exército realizou um mega treinamento entre 08 e 22 de setembro simulando uma invasão por um país estrangeiro. Treinamento ocorreu durante a visita de Mike Pompeo.

Segundo dados publicados pela Lei de Acesso à Informação, divulgadas pelo jornal golpista O Globo, o Exército Brasileiro realizou um treinamento de grandes proporções que durou 15 dias e envolveu 3.600 soldados ao custo de 6 milhões de reais, declarados como gasto de combustível, horas de voo e transporte.

O treinamento, uma simulação de uma guerra entre dois países, aconteceu entre as cidades de Manacapuru, Moura e Novo Airão no Amazonas, e ocorreu exatamente durante a “visita” do secretário de Estado dos Estados Unidos, Mike Pompeo, que esteve em Boa Vista (RR) e na fronteira com a Venezuela, mostrando uma clara provocação e hostilidade ao país vizinho.

O gasto financeiro considerável com um treinamento de grandes proporções na região mostra que a submissão do governo Bolsonaro à política externa do governo Trump e empurra o país em direção a um conflito que não faz nenhum sentido para os brasileiros, pois a Venezuela não tem nenhum histórico de agressão ao Brasil.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas