Ex-presidente do Peru, Alan Garcia, tenta suicídio por sofrer perseguição política

alan-garcia-1

Antes de ser preso em uma operação aos moldes da Lava Jato, o ex-presidente do Peru, Alan García, deu tiro em sua própria cabeça, quando a polícia estava chegando em sua casa.

Está sendo operado no hospital Casimiro Ulloa, em Miraflores. O impacto da bala deixou um buraco de entrada e de saída na cabeça. A situação dele é delicada.

García foi detido preliminarmente por 10 dias, por conta de um suposto caso de corrupção ligando ele à empreiteira brasileira Odebrecht. Trata-se de mais um caso de perseguição política, neste caso do imperialismo contra um setor da burguesia peruana.