Internacional
Diego Armando Comisso Urdaneta disse que o recém criado Conselho Militar Científico e Tecnológico permitirá uma invasão ao país
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Nicolás-Maduro-Marcelo-Garcia-Venezuela-Presidency-AFP
Nicolás Maduro, presidente da Venezuela | Foto: reprodução

O golpista e hoje ex-oficial militar da Venezuela, Diego Armando Comisso Urdaneta, disse em entrevista ao Infobay que com a criação do Conselho Militar Científico e Tecnológico, que engloba Cuba, Venezuela, China, Rússia e Irã, o país abre a possibilidade de ser invadido por vizinhos.

Segundo o ex-oficial, os países da América do Sul ficarão em alerta frente ao que ele chamou de ameaça no território latino-americano e que, com uma invasão, o país não aguentaria 48 horas em guerra.

Trata-se de mais uma ameaça e mais uma demonstração de que a Venezuela pode ser invadida pelos países comandados pelo imperialismo, em especial, o norte-americano, na América Latina, principalmente Colômbia, Guiana e Brasil. É preciso denunciar essas tentativas de criar uma guerra na América do Sul, que custaria inúmeras vidas e arrasaria todos as economias locais, tudo em favor do imperialismo.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas