Ex-ministro de May revela crise do governo britânico

boris johnson

Os jornais britânicos amanheceram hoje com declarações de Boris Johnson, ex-ministro do governo de Theresa May, atual primeira ministra da Inglaterra, e também membro do partido conservador, atacando a instabilidade do governo conservador, nas prévias do congresso dos conservadores.

Johnson foi ministro do atual governo até julho deste ano, quando uma crise em torno da situação do Brexit tomou conta dos governistas, fazendo-o renunciar ao seu cargo de Secretário de Estado para Assuntos Externos. Na imprensa, especificamente, na capa do jornal inglês The Daily Telegraph, Boris Johnson aparece com seu “plano para um melhor brexit”, defendo uma posição oscilatória entre a posição tradicional do imperialismo e a posição dos setores mais reacionários da extrema-direita inglesa.

O fato é que daqui dois dias o Partido Conservador (Conservative Party) realizará seu congresso, em plena crise do atual governo, mas também um racha interno entre os diversos setores de direita. A coluna do Johnson no The Daily Telegraph apenas revela que o congresso será importante para definir os rumos do atual governo, ou seja, para situação nacional do país.