Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
FILE - In this Oct. 10, 2010 file photo, North Korea missiles on trucks make its way during a massive military parade to mark the 65th anniversary of the communist nation's ruling Workers' Party in Pyongyang, North Korea. Nuclear-armed North Korea has hundreds of ballistic missiles that can target its neighbors in Northeast Asia but it will need foreign technology to upgrade its arsenal and pose a more direct threat to the United States, U.S. researchers said Tuesday. (AP Photo/Vincent Yu)
|

O governo intervencionista dos EUA está pressionando no Congresso e Senado políticas de invasão e agressão em diversos países pelo mundo. Dito isso, os senadores democratas estão pressionando para que o presidente Donald Trump force um “acordo” que não deixe a Coreia do Norte com armas nucleares, e ameaçaram endurecer as sanções econômicas contra Pyongyang.

O líder democrata no Senado, que de democrata só tem o nome do partido, Chuck Schumer, e seus correligionários de comitês de segurança nacional divulgaram uma carta para Trump delineando exigências para um pacto, implementado a medida obrigatória e permanentemente.

Essa atitude de agressão, em conjunto com o ataque no Oriente Médio, e na Venezuela, aumenta a tensão na Coreia do Norte, ainda mais se lembrarmos das últimas declarações dos líderes um contra o outro. Para desarmar o país os EUA vão fazer o que for necessário, principalmente utilizar da vizinha Coreia do Sul, onde os norte-americanos têm três bases militares gigantescas. Kim Jong-un já se pronunciou que não aceitará as provocações, obtendo importante suporte de países como Rússia e China.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas