Pobres abandonados
O país mais rico do mundo não consegue sanar seus problemas mais básicos, pois, a tal “mão invisível do mercado”, na verdade, deu todo dinheiro para os capitalistas
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
tio sam
Morador de rua pedindo ajuda e denunciando o valor que o Estado doa aos capitalistas | Foto: Reprodução

Segundo o Departamento do Trabalho, as demissões nos Estados Unidos estão diminuindo, porém, de forma ínfima para os resultados que a economia interna precisaria em uma suposta reação, que não existe. São milhões de pessoas que perderam o emprego por causa da covid-19 e continuam obtendo benefícios de desemprego, sugerindo que o mercado de trabalho pode levar anos para se recuperar da pandemia, mesmo quando as empresas retomarem a contratação de trabalhadores.

Os novos pedidos de auxílio-desemprego caíram para 1,542 milhão na semana encerrada em 6 de junho, segundo dado com ajuste sazonal, ante 1,897 milhão na semana anterior. Lembrando que, no total, mais de 30 milhões de pessoas solicitaram esses subsídios desde meados de março, no âmbito das medidas de contenção para conter o avanço do coronavírus que causou uma paralisia da economia. Porém, as condições são sub-humanas para a maioria da população pobre, imigrantes, moradores de rua, idosos sem documentos, e a parcela negra que é abandonado pelo governo nazista de Donald Trump.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas