Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
US President Donald Trump, with National Security Advisor H. R. McMaster (L), Vice President Mike Pence (2nd R) and CIA Director Mike Pompeo (R), speaks during a security briefing on August 10, 2017, at his Bedminster National Golf Club in New Jersey.  / AFP PHOTO / Nicholas Kamm        (Photo credit should read NICHOLAS KAMM/AFP/Getty Images)
|

Da redação – O secretário de Estado dos Estados Unidos, Mike Pompeo, acaba de anunciar hoje (01) a saída de seu país do Tratado de Eliminação de Mísseis de Curto e Médio Alcance (INF, na sigla em inglês).

O tratado foi criado durante a chamada “Guerra Fria”, entre o imperialismo norte-americano e a União Soviética, quando o Estado Operário já estava em seus últimos suspiros devido às gigantescas pressões de décadas do imperialismo em seu conjunto.

Nos últimos anos, especialmente desde a chegada de Donald Trump à presidência dos Estados Unidos, o país imperialista vinha acusando a Rússia de violar o INF, com as típicas acusações sem provas e cínicas, uma vez que o maior violador de todo o tipo de acordo são os próprios EUA. A Rússia também tem acusado Washington de violar o tratado.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas