EUA promovem campanha contra a Venezuela no Facebook

jai

Por Karelis González, AVN Com a hashtag #EstamosUnidosVE, o Departamento de Estado do governo dos Estados Unidos (EUA) iniciou uma campanha publicitária na rede social Facebook em apoio às ações inconstitucionais realizadas pelo deputado da Assembleia Nacional (AN) em desacato, Juan Guaidó, que se autoproclamou “presidente encarregado” da Venezuela no dia 23 de janeiro.

A estratégia publicitária, que evidencia o respaldo da administração estadunidense ao desenvolvimento de manobras golpistas, exorta os usuários da plataforma digital a “unir-se à liberdade, à democracia e ao presidente interino Juan Guaidó”.

A mensagem, divulgada como publicidade do Departamento de Estado na página inicial do Facebook, assinala o “crescimento” do apoio da comunidade internacional ao povo venezuelano, supostamente representado na figura do dirigente do partido de direita Vontade Popular (VP).

Divulgada neste sábado, a publicação está indentificada como o perfil do Departamento de Estado dos EUA e tem uma fotografia do deputado opositor com o texto “53 nações reconhecem Juan Guaidó como presidente interino da Venezuela”.

A ação pretende apoiar a tese de “governo paralelo” para derrubar o governo legítimo do presidente da República, Nicolás Maduro, que foi eleito para o período 2019-2025 nas eleições de 20 de maio de 2018.