Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
gallagher
|

Edward Gallagher é um oficial de elite da marinha norte-americana. No uniforme, exibe condecorações acumuladas ao longo de 40 anos, inclusive participação no Afeganistão e Iraque. Condecorações são dadas para premiar a conduta do soldado, e Gallagher exemplifica qual é o tipo de conduta que merece homenagem. O oficial responde a processos por sete crimes de guerra, inclusive ter esfaqueado até a morte um adolescente iraquiano que era prisioneiro em sua custódia.

A corte marcial o absolveu, considerando paga uma pena menor, de quatro meses, por ter posado ao lado da foto da vítima. Gallagher foi denunciado por seus colegas, e acusa-os de formarem complô para incriminá-lo. É preciso não alimentar ilusões a este respeito, também. Tanto os oficiais como as cortes militares são movidos por interesses políticos e podem conspirar contra seus pares.

Mas o fato permanace: um prisioneiro iraquiano em custódia dos EUA foi morto, o que constitui crime de guerra, de maneira brutal e deliberada, e a investigação não encontra responsáveis, dando clara mensagem de que os militares não precisam se preocupar com os limites na violência que despejam sobre os países que invadem.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas