Reação à vacina
FDA afirma que iniciou investigação para identificar a origem dos casos de reação à vacina Pfizer aplicada no país desde o início da semana.
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
FDA - EUA 2
Órgão afirma que investiga a origem de casos de reação alérgica à vacina Pfizer/BioNTech. | Foto por: reprodução.

A agência norte-americana responsável por autorizar e supervisionar medicamentos e alimentos, o FDA, informou na noite desta sexta (18) que iniciou uma investigação para identificar a causa de, ao menos, cinco pessoas que tiveram forte reação alérgica à vacina da Pfizer/BioNTech que está sendo aplicada em todo o país desde a última segunda (14).

O médico Peter Marks, diretor do Centro de Avaliação e Pesquisa Biológica do FDA, informou que os casos aconteceram em diferentes estados, incluindo o Alasca e, segundo, suspeitam um produto químico chamado polietilenoglicol (PEG) pode ser o responsável. Afirmando que as reações causadas pela substância pode ser “um pouco mais comum do que esperavam”.

A substância está presente também na vacina da Moderna, que foi autorizada pelo órgão no mesmo dia.

Assim como as autoridades do Reino Unido, o órgão não recomendou que pessoas com histórico alérgico tomem a vacina da Moderna, recém aprovada. Não se pronunciando quanto à vacina Pfizer.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas