Invasão territorial
Dois aviões espiões dos EUA foram avistados próximo a Xangai, violando o espaço aéreo chinês, incidente ocorreu junto com o fechamento e ocupação do consulado em Chengdu.
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
P8 A - 2 EUA
P8 A, um dos aviões que realizam operações de espionagem na região há semanas. | Foto por: reprodução.

Dois aviões de espionagem eletrônica e marítima dos EUA foram avistados sobrevoando regiões do espaço aéreo chinês neste domingo (26) na região do Mar do sul da China.

Um P8 A – Poseidon da marinha norte-americana, que realiza ações de vigilância eletrônica e guerra antissubmarino se aproximou a cerca de 76,5 Km da costa da China e um avião tipo EP-3P chegou a 106 Km da costa ambos nas proximidades de Xangai. A invasão no espaço aéreo chinês vem ocorrendo nos últimos 12 dias, principalmente, na região do Mar do sul da China principal rota comercial da região e, uma das principais no mundo, por onde escoam a maior parte das exportações e importações chinesas e de outros países da região do sudeste asiático.

A agressão, que aparentemente foi coordenada por um navio tipo destroier, o USS Rafael Peralta, parece ter sido motivada pelo fechamento e ocupação do consulado dos EUA na cidade de Chengdu pelo governo chinês, em retaliação à iniciativa do governo Trump de fechar o consulado chinês em Houston, no Texas, sob acusação de espionagem, sem qualquer provas.

As ações de invasão de territórios estrangeiros pelos EUA vêm se avolumando a cada dia e tem ocorrido em diversas regiões e contra países que não acatam as determinações imperialistas dos EUA, como a Rússia, China, Venezuela e Irã.

Destroyer USS Rafael Peralta

 

EP-3P – Marinha EUA
Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas