A democracia dos EUA: imigrantes, mulheres e crianças são enjaulados em celas na fronteira

Os assim chamados pela imprensa golpista de “maior democracia do planeta”, os Estados Unidos da América a todo momento infringem algum tipo de direito humano, inclusive aqueles direitos reconhecidos como minimamente necessários por sua própria agência de proteção de fronteiras, a US Customs and Border Protection (CBP).

De acordo com a agência, pessoas detidas nas fronteiras norte-americanas como imigrantes ilegais devem ser mantidas presas em celas frias e precárias por no máximo três dias, mas muitos casos revelam que o prazo quase nunca é respeitado.

A violação à dignidade das pessoas é nítida: as celas não possuem colchões para deitar, chuveiros ou condições mínimas de higiene, e algumas pessoas deixam de ter acesso até às roupas que carregam consigo, assim como existem casos em que pais são separados de seus filhos.

Mas, como a medida não resolve a causa do problema e apenas foca em seu efeito, ela não conseguiu evitar a entrada ilegal de pessoas no país; na verdade, os imigrantes passaram a arriscar rotas mais perigosas para atravessar a fronteira, onde o clima chega a ser extremamente frio no inverno e extremamente quente e seco no verão, o que os coloca sob risco de morte, principalmente por desidratação.

Neste contexto, houve aumento no número de mortes destas pessoas necessitadas, que saltou de 392 em 2016, para 412 em 2017, sendo que só em 2018 já ocorreram 13, dentre aquelas que são conhecidas.

Vários também são os relatos de imigrantes sobre a prática de assédio sexual por parte de guardas nas prisões, e sobre a constante ameaça de retaliações e prolongamento do tempo sob custódia caso apresentem alguma queixa sobre os maus tratos.[1]

Democracia para os Estados Unidos é a aceitação passiva e submissa de suas ingerências na soberania dos países que lhe atraem economicamente, mediante a manipulação dos mercados para consumirem seus produtos, fornecendo-lhes mão de obra barata, e permitindo a livre exploração dos recursos naturais.

Se a colocação em prática de seus interesses econômicos causar miséria e destruição nos outros países, isto se torna assunto de polícia e prisão, como ocorre com estes imigrantes.

[1] https://www.aljazeera.com/news/2018/02/women-children-detained-freezing-cells-border-hrw-180227200843255.html