Guerra imperialista
O país que financia abertamente mercenários para invadir a Venezuela, que tem ligações íntimas com o narcotráfico colombiano, quer acusar outros de corrupção.
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
images (16) (1)
Pompeo e Moreno | Foto: reprodução
O fascista secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo, acusou nesta terça-feira (21) o presidente do Supremo Tribunal de Justiça (TSJ) da Venezuela, Maikel Moreno, de "aceitar subornos" para influenciar as decisões da mais alta entidade.

Segundo Pompeo, Moreno, a quem descreveu como "um amigo de Maduro", usa "sua posição de autoridade" para fins próprios. 


Assim sendo, os EUA envia "uma mensagem clara", demonstrando que Washington seria "contra a corrupção" na Venezuela. 

Parece piada, mas não é.  

O país que financia abertamente mercenários para invadir a Venezuela, que tem ligações íntimas com o narcotráfico colombiano, controlando o governo de extrema direita que está aniquilando fisicamente a oposição, quer falar de "luta contra a corrupção". 


Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas