“Esforço mais amplo”
Nos EUA, o Estado de Nova Jersey irá libertar mil presos do sistema carcerário. Isto é, uma parcela ínfima dos detentos e não irá solucionar a crise.
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
312_covid_mgn (1)
Número de estados que há casos confirmados de coronavírus nos EUA.Mapa: MGN Image |

Da redação – Nessa semana o secretário de justiça de Nova Jersey, Stuart Rabner, assinou uma ordem no domingo (22) em que determina a libertação de alguns presos de determinados crimes de menor grau penal das prisões municipais do estado norte-americano.

Na medida em que o grau de infecção for aumentando, a libertação irá ocorrendo, como dita o decreto de Rabner. Isto é, na medida em que os presos forem ficando doentes, eles serão libertados para morrerem fora das grades. Os crimes que irão ser parcialmente perdoados serão violação da liberdade condicional e outros crimes leves, como furtos. Mas apenas os que foram restritamente julgados em tribunais também municipais.

A medida está sendo chamada de “a mais ampla” que os EUA tomarão. Na última semana Donald Trump emitiu uma nota dizendo que está “analisando a hipótese” de que libertará os presos idosos e com crimes de menor execução penal nas prisões federais.

É preciso que todos os presos que não representem perigo para a sociedade sejam libertados, tanto nos Estados Unidos, como no Brasil e no mundo inteiro, uma vez que serão fatalmente atingidos pelo coronavírus estando nas masmorras superlotadas que são os presídios.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas