Guerra economica continua: Trump impede China de investir em setores da economia dos EUA

china eua

Da redação – O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, desde sua campanha à eleição vem atacando a China e assinalando uma guerra econômica protecionista.

Washington publicou uma lista de produtos chineses que seriam alvo de tarifação de 25%, declarando que parte dessa barreira sobre US$ 50 bilhões em produtos passará a valer a partir de 6 de julho. Agora, o Departamento do Tesouro dos Estados Unidos preparou um plano para limitar fortemente os investimentos chineses em empresas de tecnologia, de robótica ou de aeronáutica, com o intuito de diminuir o valor dos produtos primários, por considerar que ameaçam a segurança econômica e nacional do país.

Por mais que Trump não quisesse aumentar ainda mais a tensão internacional, não sendo o representante do imperialismo, a guerra econômica levará sim ao aumento da pressão.

A atitude de caráter urgente, seria apresentada já nesta próxima sexta-feira em um relatório do secretário do Tesouro, Steven Mnuchin, em que a proposta seria de implementação por um painel intergovernamental dividido em dois comitês sobre os investimentos estrangeiros nos Estados Unidos. Um desses seria dedicado apenas aos investimentos chineses.