Ilha havia saído da lista
Os Estados Unidos recolocaram Cuba na lista de países que “não ajudam na luta contra o terrorismo”, lista da qual a ilha havia sido retirada em 2015
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
bandera-cuba
La Havana, Cuba |

Da redação – Os Estados Unidos recolocaram Cuba na lista de países que não contribuem para a chamada “luta contra o terrorismo”, lista da qual o país tinha saído em 2015. A justificativa se dá pelo fato de Cuba não auxiliar a ditadura colombiana na perseguição de guerrilheiros do Exército de Libertação Nacional (ELN), que viajaram para Cuba em 2017 durante o período dos tratados de paz e não retornaram para a Colômbia.

A Colômbia, essa sim, promove terrorismo de estado contra a própria população, passando por cima dos tratados de paz realizados e perseguindo, assassinando e prendendo os anistiados pelo tratado. A ditadura colombiana, inclusive, pede a extradição dos ex-guerrilheiros da ELN, que nem mesmo presos estão em Cuba.

O ministro das Relações Exteriores de Cuba, Bruno Rodríguez, questionou a decisão dos EUA, pois Cuba sofreu uma tentativa de atentado em 30 de abril e até agora não houve ao menos uma nota de rechaço ao ato por parte do governo norte-americano que tanto preza pela luta contra o terrorismo.

A verdade é que o país que mais pratica atos terroristas mundo afora são os Estados Unidos, que promovem invasões a outros países como ocorreu na Venezuela, paga e arma terroristas no Oriente Médio para desestabilizar governos e apoia o massacre de líderes de comunidades como acontece na Colômbia.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas