Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit

Em uma entrevista ao site da Globo, dia 06 de março, o almirante Eduardo Bacelar Leal Ferreira defendeu o fato do Ministério da Defesa ser ocupado por um militar, o general Joaquim Silva e Luna, desde o dia 26 de fevereiro, anunciado pelo presidente golpista Michel Temer.

“Um militar, como qualquer outro profissional escolhido pelo presidente da República, pode sim chefiar o Ministério da Defesa. Anteriormente, profissionais de outras carreiras de Estado já exerceram  esse cargo, e não há qualquer razão para que um militar não possa exercê-lo. Nos Estados Unidos, por exemplo, o atual ministro da Defesa é um fuzileiro naval de carreira”. Disse o almirante.

Declarando que sua inspiração é dos Estados Unidos, mesmo país que deu o Golpe Militar de 1964 no Brasil. O general Eduardo Villas Bôas, que tem aparecido em todas, elogiou o almirante em seu twitter dizendo:

“Os argumentos do Alte Leal Ferreira são consistentes e desprovidos de ideologia. Associo-me a eles. Comandante da Marinha defende militar no Ministério da Defesa  18:20 – 5 de mar de 2018”

Não existe nada desprovido de ideologia, esse tipo de raciocínio é medieval, hipócrita, não condiz com a realidade. O fato é que temos mais uma aprovação de Villas Bôas, o general que declarou que “somos os mesmos de 64”.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas