Estudantes protestam em Brasilia (DF) pelo Fora Bolsonaro

Os estudantes reunidos no 57º Congresso da Une realizaram em Brasilia (DF) uma manifestação, após a aprovação da famigerada “reforma” da Previdência.

Segundo os organizadores, o ato contou com cerca de 15 mil manifestantes que se concentraram no Museu Nacional Honestino Guimarães, às 10h, de onde iniciaram uma passeata em direção ao Congresso Nacional.

Os estudantes junto com os professores tem sido protagonistas das diversas manifestações ocorridas no país desde o golpe de 2016, onde a educação virou o principal alvo dos golpistas.

O congresso da UNE, marca um inicio de reviravolta do movimento estudantil, apesar de ainda estar bastante burocratizado, mas que deve apontar para uma perspectiva classista.

A juventude percebe que será uma das maiores prejudicadas com as diversas “reformas” que estão sendo elaboradas e executadas pelos governos imperialistas.

O Brasil está sendo vendido no atacado e sua população sendo esmagada pelo governo ilegítimo de Bolsonaro e os seus comparsas nos diversos estados brasileiros.

Os professores são uma categoria atacada pela política de rapina promovida há anos por governos de direita, como PSDB e DEM. É uma das camadas que mais realizou greves nos últimos anos, pois seus direitos estão sendo ameaçados há bastante tempo. O golpe deu um passo a mais na eliminação dos direitos.

É hora da juventude e o movimento operário dar uma resposta nas ruas contra os golpistas do planalto central. Somente a mobilização por uma greve por tempo indeterminado vai barrar e derrubar o governo atual de Jair Bolsonaro.