Suspensão da cobrança
Como os donos da UniCeub não estão preocupados com os problemas dos estudantes, os estudantes não tem de se preocupar com os dramas dos capitalistas durante a pandemia
RN-Dinheiro-20150209-7
Notas de 100 reais | Foto: Reprodução

Um grupo de alunos do Centro Universitário de Brasília (UniCeub) protocolou ação no Tribunal de Justiça do Distrito Federal e dos Territórios (TJDFT) na tentativa de resolver os ataques aos alunos como o problema da cobranças de mensalidades em meio à pandemia.

Transparência sobre contas

O grupo Ágora postou sobre a ação nas redes sociais. Os estudantes pedem transparência ao UniCeub a fim de discutir o reequilíbrio das mensalidades com o UniCeub de ”igual para igual”. Eles pedem acesso à documentação que demonstre a saúde financeira do centro universitário com indicadores de agora e de antes da pandemia.

Nas redes sociais, alunos do UniCeub questionam, por exemplo, o fato de a faculdade ter demitido funcionários enquanto os estudantes continuam pagando a mensalidade integralmente. Perguntam também sobre o salário do reitor: em 2000, ele ganhava R$ 58 mil (equivalente a R$ 235 mil nos dias de hoje segundo cálculo do movimento).

Se obtivermos êxito nessa ação, receberemos uma documentação vasta do UniCeub. Com isso em mãos, iremos auditar em conjunto com profissionais capacitados para produzir um relatório confiável sobre a saúde financeira do UniCeub. Com base nesse relatório, provocaremos as instituições competentes (MPDFT ou DPDF) para entrar com uma ação coletiva em nome de todos os alunos, caso o relatório indique que isso seja possível“, informou em nota.

Se o relatório mostrar um cenário de dificuldades financeiras por parte da empresa, o movimento pretende fazer ações sociais para ajudar alunos em necessidade. O Ágora contou com a ajuda de economistas, contadores, servidores públicos e estudantes.

Estudantes precisam ser mobilizados para suspender mensalidades

A mobilização estudantil é uma expressão da crise política e dos duros ataque desferidos ao povo, é preciso saudar a iniciativa de se opôr a cobrança de mensalidades, mas é necessário frisar que não se deve apostar todas as fichas na Justiça, afinal, precisamos lembrar que o capitalistas podem tranquilamente forjar um balanço desfavorável para justificar tudo isto.

E finalmente, da mesma forma que os donos da UniCeub não estão preocupados com os problemas dos estudantes, os estudantes não tem de se preocupar com os dramas dos capitalistas.

É necessário intensificar a mobilização dos estudantes contra o pagamento das mensalidades.

Relacionadas
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments