Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit

Nesta quarta-feira (21) estudantes da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), campus Rondonópolis, protestaram contra o corte de subsídio à alimentação, bem como a falta de investimentos federal e o sucateamento da universidade, devido à política do governo golpista como a PEC do teto,  que impõe duros cortes nas Universidades Federais.  

Os estudantes fecharam os portões da Universidade e colaram cartazes contra os cortes que atingem os mais pobres, porém sem paralisação das aulas.  A partir deste mês, sem nenhum diálogo com com os estudantes, a universidade parou de subsidiar a alimentação no restaurante universitário para estudantes com renda superior a um $ 1,4 mil reais, ou seja, menos de 2 salários mínimos.  Quem receber igual ou acima deste valor terá de arcar com a alimentação integralmente, inviabilizando assim a permanência de muitos estudantes, uma vez que $ 1,4 mil é uma renda baixa.

A política do governo golpista inviabiliza até mesmo a refeição dos estudantes universitários de baixa renda. A política dos golpistas para as Universidades é o sucateamento total. É necessário uma ampla campanha contra o governo golpista inimigo da educação e em defesa da Universidade pública gratuita e de qualidade que atenda às necessidades dos estudantes.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas