Menu da Rede

Estudantes da UFMT protestam contra aumento do restaurante

Tempo de Leitura: < 1

Publicidade

Nesta quarta-feira (21) estudantes da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), campus Rondonópolis, protestaram contra o corte de subsídio à alimentação, bem como a falta de investimentos federal e o sucateamento da universidade, devido à política do governo golpista como a PEC do teto,  que impõe duros cortes nas Universidades Federais.  

Os estudantes fecharam os portões da Universidade e colaram cartazes contra os cortes que atingem os mais pobres, porém sem paralisação das aulas.  A partir deste mês, sem nenhum diálogo com com os estudantes, a universidade parou de subsidiar a alimentação no restaurante universitário para estudantes com renda superior a um $ 1,4 mil reais, ou seja, menos de 2 salários mínimos.  Quem receber igual ou acima deste valor terá de arcar com a alimentação integralmente, inviabilizando assim a permanência de muitos estudantes, uma vez que $ 1,4 mil é uma renda baixa.

A política do governo golpista inviabiliza até mesmo a refeição dos estudantes universitários de baixa renda. A política dos golpistas para as Universidades é o sucateamento total. É necessário uma ampla campanha contra o governo golpista inimigo da educação e em defesa da Universidade pública gratuita e de qualidade que atenda às necessidades dos estudantes.

Populares na Rede
[wpp range="last24h" limit="3"]
NA COTV

Trótski: vida e obra | Curso completo (35ª Universidade de Férias do PCO)

1.4K Visualizações 12/06/2021 18:28

Watch Now

Send this to a friend