Estudantes da UFMT conseguem vitória parcial na defesa do RU a R$1

UFMT 3

Os estudantes, CAs e Atléticas da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) ocuparam na última sexta-feira (27) o prédio da Reitoria e conquistaram a suspensão imediata do aumento do valor do R.U. no mês de Maio. Segundo o DCE, a ocupação contou com a participação de aproximadamente de 600 estudantes.

Trata-se de uma vitória importantíssima do movimento estudantil da UFMT, visto que trata-se da principal política de assistência estudantil na universidade. Ainda assim, é preciso alertar que é uma vitória parcial, por dois motivos, sendo o primeiro que, certamente, a reitoria fará novas tentativas e o segundo, não menos importante, é que o aumento do preço do RU é parte fundamental de um plano maior: a privatização da UFMT, que faz parte do programa dos golpistas, que pretendem privatizar as universidades brasileiras.

Por esse motivo, é de fundamental importância que as lutas parciais estejam ligadas a uma luta política principal, que, no momento, é a luta contra o golpe e contra os golpistas. Assim sendo, é preciso construir comitês universitários de luta contra o golpe, que realizem intenso trabalho de propaganda e agitação na universidade, mas também nos locais de trabalho e moradia com o objetivo de mobilizar pela derrubada do regime golpista.