Estudantes da UFBA realizam manifestação contra os cortes nas universidades públicas
WhatsApp Image 2019-05-06 at 11.43.00
Estudantes da UFBA realizam manifestação contra os cortes nas universidades públicas
WhatsApp Image 2019-05-06 at 11.43.00

Da redação – Estudantes, professores e servidores da Universidade Federal da Bahia (UFBA) realizaram hoje (06) uma importante manifestação contra os ataques do governo Bolsonaro à educação superior.

O ato teve início às 9 horas no campus Canela de onde os estudantes seguiram em passeata em direção ao prédio da reitoria que fica nas imediações do bairro Campo Grande, onde se concentraram e protestaram contra o corte 30 % nas verbas federais às universidades, à perseguição e repressão ideológica que tem se intensificado nas salas de aula e à toda política de destruição da educação pública e gratuita tocada pelo MEC de Abraham Weintraub, Paulo Guedes e Bolsonaro.

Durante o ato, os oradores, em sua maioria, foram parlamentares com discursos difusos e que colocavam como fundamental a “importância de uma frente parlamentar para barrar os ataques à educação”, sendo que, como já demonstrado com o golpe de 2016, com a prisão sem provas de Lula e com a eleição fraudulenta de Bolsonaro, tentar fazer algo dentro das instituições do Estado burguês não funciona. Além de ter um papel desmobilizante, principalmente, por ser um ato de rua e que se propôs a enfrentar o governo, e não fazer acordo com os golpistas.

Outro assunto muito abordado e colocado em prioridade por aqueles que falaram foi a questão das pautas identitárias. É importante ressaltar que é necessário colocar a questão das pautas identitárias da perspectiva da luta de classes e compreender que as minorias não irão conseguir sua emancipação enquanto estivermos no sistema capitalista explorador e opressor dos trabalhadores.

É necessário que as mobilizações se intensifiquem cada vez mais e que o povo saia às ruas para derrotar o golpe e o governo fascista e ilegítimo de Jair Bolsonaro, que tem realizado ataques quase diários contra todo o sistema educacional público. É preciso defender o ensino público gratuito e levantar as palavras de ordem Fora Bolsonaro e todos os Golpistas! E Liberdade para Lula!

Na mesma manhã, centenas de estudantes também se manifestaram, desta vez no Rio de Janeiro, contra os ataques de Bolsonaro à educação superior pública. Aproveitando a visita do presidente fascista ao Colégio Militar, os alunos mostraram seu repúdio contra o corte de 30% da verba para as universidades públicas.

Este slideshow necessita de JavaScript.