Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Protesto_no_Congresso_Nacional_do_Brasil,_17_de_junho_de_2013_(cropped)
|

Estreia, na quarta-feira (13), a série documental “Desde Junho”, da diretora Julia Mariano, que trata das chamadas jornadas de junho de 2013, movimento de rua que teve início com a luta contra a brutal repressão do governo fascista de Geraldo Alckmin (PSDB) contra as manifestações contra aumento das passagens de ônibus. A produção poderá conferida no site www.desdejunho.org.br, no Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro e em várias outras cidades espalhadas pelo Brasil.

Em conjunto com os movimentos de rua, a série também aborda a temática da chamada (indevidamente) “mídia alternativa”, cujo crescimento teve uma alavancagem considerável desde então. Inicialmente programado para ser exibido em junho de 2017, por incentivo do Fundo Setorial do Audiovisual (FSA), BRDE e a rede pública de televisão EBC, a exibição foi suspensa em razão do golpe de estado de 2016, vindo a ser exibido recentemente na TVE Bahia e TV Brasil (RJ).

Para além do conteúdo a ser exibido através do documentário, o Diário da Causa Operária, na época, analisou toda a problemática dessas jornadas de junho. Em que pese o crescimento positivo do esforço de setores da esquerda para construir mecanismos de comunicação em oposição aos monopólios do setor, tal como propalado pela película, as chamadas jornadas acabaram sendo controladas pela direita golpista, que buscaram (com o apoio de alguns setores da esquerda pequeno burguesa) desviar a mobilização da luta contra os governos repressores da burguesia para uma mobilização de conteúdo reacionário contra o governo de Dilma Rousseff, do PT,   a favor do fortalecimento do judiciário golpista e contra os partidos de um modo geral.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas