Internacional
Músico dedica a um povo que como disse Fidel Castro: “não dá o que sobra, mas partilha o que tem”
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
epaselect epa08384687 A group of doctors participate in an event before leaving to South Africa at Jose Marti International Airport in Havana, Cuba, 25 April 2020. A group of 216 Cuban health workers left Cuba to go to South Africa and help in the fight against COVID-19, following a South African government?s request for aid.  EPA-EFE/ERNESTO MASTRASCUSA
Médicos cubanos | Foto: Reprodução
O cantor e compositor costarriquenho Oscar Espinoza estreia hoje o vídeo de sua canção Doctors and not bombs, dedicado ao contingente médico internacional especializado em situações de desastre e graves epidemias Henry Reeve, de Cuba.

A música e o vídeo constituem um endosso à nomeação para aquele contingente ao Prêmio Nobel da Paz 2021, em reconhecimento ao povo cubano, indica o jornal Libertad, órgão do Partido de Vanguarda Popular (PVP, comunista), cujo site é hoje fonte da publicação desta homenagem aos profissionais de saúde cubanos.

Em declarações à Libertad, Espinoza afirma que ‘compus esta canção em homenagem a um povo que, como disse Fidel Castro -dirigente histórico da Revolução Cubana- não dá o que sobra, mas sim partilha o que tem, num grande exemplo de solidariedade , fraternidade e amor à humanidade ‘.

Comentou que para a gravação do vídeo contou com a colaboração e participação do cantor e compositor Rubén Golcher na guitarra principal, bem como a realização das produções Valos, tendo como pano de fundo o belo mural pintado pelo comunista costarriquenho Zagot, que se encontra na sede do PVP nesta capital.

O jornal dos comunista costarriquenhos destaca que a iniciativa partiu do Comitê Costarriquenho de Solidariedade a Cuba e nasceu graças ao talento de Espinoza.

Vale lembrar que o contingente de médicos cubanos Henry Reeve recebeu o Prêmio Dr. Lee Jong-wook de Saúde Pública em uma cerimônia na 70ª Assembleia Mundial da Saúde.

Liberdad exalta que o Contingente é fruto do ‘imenso coração solidário do povo cubano, movido pelo exemplo de seu Comandante-em-Chefe, Fidel Castro, quando contrapôs a ação de Cuba de levar médicos quando necessário contra a incessante política belicista do império norte-americano ‘

Assinala que, ao se tornar a quarta proposta de nomeação da brigada médica cubana para o Prêmio Nobel da Paz de 2021 no Reino Unido, a parlamentar escocesa Elaine Smith disse que seus membros trataram mais de quatro milhões de pessoas afetadas por epidemias e desastres. natural na América Latina, África, Ásia e Caribe.

‘Hoje se tornou uma convocação mundial para o Prêmio Nobel da Paz pelo ato exemplar do povo cubano, representado por seus médicos’, conclui o diário dos comunistas costarriquenhos.

Ouça a música:
https://www.youtube.com/watch?v=ZVPw8aFDzAk&feature=emb_logo
Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas