Estado policial: polícia se infiltra em torcida para prender torcedor dentro de estádio

final do sergipano

A final do campeonato sergipano desse ano mostrou a escalada repressiva do Estado brasileiro contra os direitos individuais dos brasileiros.

No jogo de futebol realizado no último sábado (dia 14), entre os times de Sergipe e Itabaiana, os torcedores integrantes da torcida organizada do Club Sportivo Sergipe, descobriram no meio do jogo, que havia policiais infiltrados na torcida organizada.

Os P2 (polícia infiltrada) estavam no estádio para prender um suspeito de roubo que é integrante da torcida, mostrando que o Estado brasileiro está se transformando em um verdadeiro Estado policial, aonde a polícia pode fazer qualquer coisa para colocar um indivíduo na cadeia.

A ação policialesca no Estádio da Arena Batistão mostra que a polícia brasileira está autorizada para fazer qualquer coisa para estabelecer o estado opressor no país.

A polícia brasileira, já tem em seu currículo milhares homicídios e perseguição aos negros e pobres, usando de diversas ilegalidades para reprimir a população pobre.

diante dessa situação é preciso que as torcidas e todas as organizações populares e de defesa das reivindicações populares levantem a luta pela dissolução da PM e de todo o aparato repressivo contra o povo e contra a intervenção militar no Rio de Janeiro e os planos de chefes militares de um golpe de militar.