Eleições norte-americanas
O Estado de histórico de maioria republicana, tem pequena vantagem de Biden e precisará contar cédula por cédula.
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Supporters of President Donald Trump protest near the state capitol, Saturday, Nov. 7, 2020 in Atlanta. Democrat Joe Biden defeated President Donald Trump to become the 46th president of the United States positioning himself to lead a nation gripped by the historic pandemic and a confluence of economic and social turmoil. (AP Photo/John Bazemore)
Manifestantes pró Trump em frente ao parlamento do Estado. | Foto por: AP/John Bazemore

O governo do Estado da Geórgia, sudeste do país, informou na tarde desta quarta (11) que realizará uma recontagem manual dos votos presidenciais, considerando que a apuração inicial foi encerrada com uma margem muito pequena, afirmou o secretário de Estado Brad Raffensperger.

A apuração registrou uma diferença de apenas 14.111 votos, ficando abaixo da diferença de 0,5% do total de votos. Segundo o secretário a apuração manual será um trabalho pesado, mas que deverá ser concluído até dia 20 desse mês.

A tradição da maioria dos votos no Estado é no partido Republicano, porém, até o momento, Joe Biden registra uma pequena vantagem sobre D. Trump. A equipe de campanha de Trump enviou uma solicitação formal ao governo do Estado para que realizasse a recontagem, alegando a existência de discrepâncias e erros em toda a região.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas