Estado assassino: Israel mata mais 2 e fere mais de 200 em Gaza

faixa

Da redação – Nesta sexta-feira, voltaram com força os protesto na Faixa de Gaza e mais uma vez o Estado assassino de Israel matou 2 palestinos e feriu 241 pessoas.

Com a declaração aberta de guerra de Israel contra o povo palestino, criando um verdadeiro campo de concentração na Faixa de Gaza, os rebeldes do Hamas começaram a liderar a ofensiva com o objetivo de chamar a atenção para o bloqueio israelense-egípcio, que em toda fronteira está interrompendo a passagem de água, alimentos com a finalidade de matar a população através de uma política fascista e genocida.

Além dos protestos, o Hamas atualmente realiza reuniões com autoridades egípcias no Cairo, porém, o imperialismo derrubou o governo em 2012 e, assim, são eles que comandam toda ofensiva contra o povo palestino nos dois países agressores.

Israel acusou repetidamente o Hamas de usar os protestos para cobrir ataques ao longo da fronteira do país com Gaza, porém, esses “ataques” são uma resposta a situação em que o povo palestino vem sendo colocado, esmago, anos a fio.