Daniel Alves sai em defesa de Neymar, o craque brasileiro atacado pela imprensa mundial

Neymar

Finalmente apareceu alguém no cenário futebolístico para sair em defesa do craque brasileiro Neymar. Depois do massacre hediondo sofrido pelo atacante brasileiro na Copa do Mundo de 2018, onde a imprensa golpista brasileira teve papel de destaque, atuando vergonhosamente como vanguarda no ataque a Neymar, o lateral direito do PSG, colega de Neymar no mesmo clube e amigo pessoal do ex-santista, Daniel Alves, se posicionou em defesa do nosso melhor atacante.

Daniel Alves declarou, em entrevista a uma rádio francesa, que Neymar é incompreendido no futebol. “Ele não deve mudar (seu estilo). As pessoas não mudam, elas melhoram, elas se arriscam, elas têm que ser inteligentes. Mas elas não devem mudar sua maneira de jogar, caso contrário, as pessoas vão dormir. PSG tem jogadores diferentes” (ESPN, 12/04). A declaração de Daniel Alves é uma resposta às críticas que muito frequentemente são feitas ao atacante Neymar, acusado de simular faltas em campo; apelidado de de “cai cai” pela imprensa mundial, inclusive e principalmente pela imprensa esportiva brasileira.

Neymar recupera-se de uma lesão que o deixou afastado por alguns meses dos gramados, mas já se encontra integrado ao grupo do PSG e deu início aos treinamentos para voltar às quatro linhas para fazer quilo que melhor sabe: jogar futebol e mostrar toda a sua categoria para os franceses, os europeus e o restante do mundo.

O ataque a Neymar faz parte de uma estratégia maior da imprensa esportiva mundial, que atuam a soldo dos grupos e das corporações que controlam o esporte ao redor do mundo, para atacar o futebol brasileiro, o futebol pentacampeão mundial, maior exportador de craques do mundo, a seleção de maior prestígio internacional, reconhecida e respeitada em todo o planeta.